Domingo, 05 de Julho de 2020
83996891484
Especiais Dia dos Namorados

Pandemia muda Dia dos Namorados de 63% dos casais e especialista recomenda criatividade para comemorar data

A psicóloga do Hapvida em João Pessoa, Rafaela Amorim, afirmou que este é um momento atípico, em que as emoções estão afloradas e que diversos fatores podem ser gatilhos

12/06/2020 13h17
454
Por: Redação Fonte: Redação, com Assessoria
Pandemia muda Dia dos Namorados de 63% dos casais e especialista recomenda criatividade para comemorar data

Um Dia dos Namorados diferente. Esse será o 12 de junho de muitos casais em meio à pandemia provocada pelo novo coronavirus. O Google realizou uma pesquisa on-line com 800 brasileiros e os resultados mostram que o distanciamento social vai mudar a forma de celebrar a data para 63% dos brasileiros em 2020. A pesquisa revela ainda que 35% dos entrevistados afirmam que pretendem fazer algo junto em casa e 20% vão preparar um jantar. Entre as mudanças dos planos, 25% afirmam que vão deixar de ir a restaurantes, 22% cancelaram viagem e 12% decidiram adiar a celebração da data.

A psicóloga do Hapvida em João Pessoa, Rafaela Amorim, afirmou que este é um momento atípico, em que as emoções estão afloradas e que diversos fatores podem ser gatilhos para desencadear sentimentos de insegurança e incerteza. Ela orienta utilizar a criatividade para comemorar a data e recomenda que o casal deve focar energia em traçar planos e usar da cumplicidade como forma de atravessar o momento e transformar as expectativas negativas em planos e projetos, para quando o período de isolamento acabar.

Rafaela Amorim destacou que é importante que o casal tenha em mente a seguinte percepção: a distância física não representa necessariamente distanciamento emocional. Para a especialista, o momento é propício para gestos românticos, como presentear com algo que simbolize a relação, escrever cartas e lembrar dos momentos especiais passados.  “Também é muito valido realizar jantares virtuais, compartilhar o cotidiano através de chamadas de vídeos, os hobbies e as atividades. Então é uma excelente oportunidade para se buscar usar da criatividade até como uma forma de quebra da tensão do momento”, sugere.

Diversos fatores podem ser gatilhos para desencadear sentimentos de insegurança e incerteza, segundo a psicóloga. Entre eles, destaca a preocupação com o bem estar do outro, distância, angústia de não saber como vai ser a continuidade do relacionamento, de não poder demonstrar afeto através do toque, abraços e beijos. Ela lembra que se mostrar presente e disponível não necessariamente pressupõe presença física, há emoções que podem ser manifestadas de outras formas também.  Rafaela afirma que o ideal é transformar essa experiência até mesmo em algo positivo para a relação.

“Estamos vivenciando um momento delicado para os relacionamentos amorosos com o confinamento, ao passo que quem está longe do outro sofre, quem partilha da mesma casa e agora mais do que nunca precisa passar mais tempo junto, necessariamente precisará se adaptar a esta nova realidade. Então a palavra que define este momento é reinvenção. Os casais precisam também se reinventar, encontrar maneiras leves de demonstrar atenção e estabelecer uma comunicação adequada, se conectar positivamente, evitando conflitos especialmente neste momento”, orienta a especialista.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias