Sábado, 30 de Maio de 2020
83996891484
Brasil Preconceito

Taís Araújo e Lázaro Ramos falam de violência contra população negra: "Sensação de impotência"

Atores, que participaram de clipe de 'Ombrim', de Projota, explicaram importância da arte como processo de valorização de identidade

22/05/2020 15h34
463
Por: Redação Fonte: Redação, Quem
Taís Araújo e Lázaro Ramos falam de violência contra população negra:

Estrelas do clipe de Ombrim, novo single de ProjotaTaís Araújo e Lázaro Ramos falaram sobre o lançamento do projeto do rapper em meio à mais notícias de violência e racismo. Em entrevista, o casal explicou que a arte é um processo de valorização.

"Estamos enfrentando tantas angústias por causa do coronavírus. Estamos chorando muitas mortes. Dá uma desanimada. Estou tentando não me apegar ao medo e ao sofrimento. Ele tem que vir, mas tenho tentado encontrar forças nas mínimas coisas. Como artista, às vezes vejo que tem muitas expressões que desumanizam essas mortes. Nós temos um papel fundamental para buscar essa humanização", explica o ator, que também dirigiu o clipe do rapper.

"Às vezes parece que não estamos fazendo nada com clipe, programa de TV, mas eles também fazem parte de um processo de valorização. Parece pouco, mas não é. Isso vai no coração das pessoas. Temos voz para alertar a sociedade para tentar um caminho que seja mais justo e de valorização da vida", ressalta Lázaro.

A atriz de Amor de Mãe e o diretor são pais de Maria Antônia, 5, e João Vicente, 8. Questionados sobre a morte de João Pedro, jovem de 14 anos de idade morto durante uma ação policial em São Gonçalo, no Rio, Taís afirma que seu trabalho é feito para uma mudança no mundo.

"Dá uma sensação de impotência. É a maior dor. O que a gente pode fazer para acabar com isso? Não é nem para diminuir as mortes, é para que isso não aconteça mais! Para que todos os dias a gente não receba essas notícias. Enquanto mãe e artista, meu trabalho é muito para uma mudança de mundo e no olhar", diz Taís.

"Para que a gente mude, que a gente entenda que a vida de todo mundo importa. É muito difícil falar, porque parece que a gente luta para isso, trabalha, e não há mudança. Não vemos mudanças. Nem todo dia eu amanheço com força. Mas tem dias que eu levanto com coragem e afim de continuar trabalhando com isso", finaliza a atriz.

Taís Araújo e Lázaro Ramos com Projota (Foto: Julia Assis/Divulgação)

 

Taís Araújo e Lázaro Ramos com Projota (Foto: Julia Assis/Divulgação)

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias