Terça, 12 de dezembro de 201712/12/2017
83991684562
Muito nublado
25º
36º
36º
Sousa - PB
Erro ao processar!
POLÍCIA
Desembargadores votam pela prisão de Picciani, Albertassi e Melo
Parlamentares tiveram pedido de detenção feito pelo Ministério Público Federal
Esdras Leal Trajano Sousa - PB
Postada em 16/11/2017 ás 11h50 - atualizada em 16/11/2017 ás 11h54
1.336 acessos
Desembargadores votam pela prisão de Picciani, Albertassi e Melo

Prisão

Os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) votaram nesta quinta-feira (16) pela prisão dos deputados estaduais Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB-RJ. Dos cinco magistrados com poder de voto, uma faltou e os outros quatro optaram pela detenção. São eles: Abel Gomes, relator do caso, Paulo Espírito Santo, Messod Azulay Neto e Marcelo Granado.



Os parlamentares tiveram o pedido de prisão feito pelo Ministério Público Federal (MPF) por meio da operação Cadeia Velha, segundo a qual os peemedebistas recebiam propina para votarem projetos favoráveis a determinados empresários - além disso, segundo o G1, também aprovavam contas de governadores mesmo diante de ressalvas apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado.



Diante da decisão desfavorável aos deputados, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) deve colocar em prática uma ação para anular a sentença do TRF2.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium