Sexta, 18 de agosto de 201718/8/2017
83991684562
Claro
23º
23º
33º
Sousa - PB
dólar R$ 3,17
euro R$ 3,73
GERAL
JUSTIÇA: MPF recorre de sentença de Moro que absolveu Adriana Ancelmo
Procuradores pedem que ex-mulher de Cabral responda por 47 crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva
Esdras Leal Trajano Sousa - PB
Postada em 25/07/2017 ás 10h57
287 acessos
JUSTIÇA: MPF recorre de sentença de Moro que absolveu Adriana Ancelmo

MPF recorre de sentença de Moro que absolveu Adriana Ancelmo

O Ministério Público Federal (MPF) recorreu nesta segunda-feira (24) à decisão do juiz Sérgio Moro de absolver a mulher do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, Adriana Ancelmo, em um processo da Lava Jato.



Adriana foi absolvida das acusações de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em esquema envolvendo um contrato da Petrobras com o Consórcio Terraplanagem Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), formado pelas empresas Andrade Gutierrez, Odebrecht e Queiroz Galvão. A mulher de Cabral, o político e mais duas pessoas são suspeitos de receberem vantagens indevidas.


 


Segundo publicado pelo "G1", os procuradores da força-tarefa questionam a avaliação de Moro. O juiz alega não haver provas suficientes do envolvimento de Adriana o esquema. O MPF pede que ela responda por 47 crimes de lavagem de dinheiro e por ter recebido parte da propina paga pelas empreiteiras.


 


"É certo que Adriana Ancelmo recebeu em nome de Sérgio Cabral parte dos valores pagos pela Andrade Gutierrez a título de propina, com total ciência da origem espúria do dinheiro", informaram os procuradores da Lava Jato.


 


O recurso deve ser encaminhado para o Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre.


 


No mesmo processo, Cabral foi condenado a mais de 12 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.


 


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMIGOS

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium